Uncategorized

Angola Representada na Reunião de Intercessão do Processo Kimberley em Mumbai, India

0

India assume pela segunda vez a presidência do Processo Kimberly e elegeram a cidade de Mumbai, para albergar de dia 17 a 21 do corrente mês a reunião de intercessão do Processo Kimberley, um encontro que congrega mais de 200 delegados representando 82 países.

Processo de Kimberley, uma corporação global exigida pela Organização das Nações Unidas (ONU) que agrupa governos, indústria e sociedade civil, e tem como objetivo de conter o comércio de diamantes de conflito em todo o mundo.

O Esquema de Certificação do Processo de Kimberley impõe requisitos mínimos aos estados participantes para permitir que as remessas de diamantes sejam certificadas como “livres de conflitos”.

Angola é um membro activo do processo kimberley desde 2003, a delegação Angolana é chefiada pelo Coordenador Nacional do Processo Kimberley, Paulo Mvika que é acompanhado pelo Administrador da ENDIAMA, Laureano Receado Paulo, quadros seniores do PK, ENDIAMA, Catoca, Cuango e Chitotolo.

Entre os vários temas em destaque durante o certame está o processo de reforma que tem em discussão a ampliação da definição de diamantes de conflito, tornar o actual mecanismo de suporte administrativo em um secretariado permanente, o desenvolvimento de um fundo de doares para apoiar os processos de capacitacao tecnica, apoiar de igual forma os paises com menos recursos e algumas organizações não governamentais, a revisão do mecanismo das visita de revisão bem como o documento principal do sistema de certificação (core document).

Angola assumiu na plenária do KP em bruxelas em novembro de 2018 a presidência do comité de revisão e reforma do sistema de certificação do processo kimberley e tem como vice-presidente o Canada.

A margem do evento, a ENDIAMA e os projectos mineiros tem agendado varios encontros com potenciais investidores.

50 bolseiros partem para formação em França

Anterior

Comissão de Gestão garante salários aos trabalhadores

Próximo

You may also like

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *